Programa de Qualidade Total - 5 S's

O 5S é uma metodologia para a organização de quaisquer ambientes, principalmente os de trabalho. É composta de cinco princípios ou SENSOS, cujas palavras transliteradas para o nosso idioma, iniciam-se com a letra "S".

O 5S pode ser aplicado em qualquer ambiente, inclusive espaços ao ar livre, residências, pequenos ambientes e até na organização de apenas um armário ou bolsa (meninas fiquem de olho!).
Nota: O 5S foi concebido por Kaoru Ishikawa no Japão em 1950.


Kaoru Ishikawa
Os propósitos da metodologia 5S são de melhorar a eficiência através da destinação adequada de materiais (separar o que é necessário do desnecessário), organização, limpeza e identificação de materiais e espaços e a manutenção e melhoria do próprio 5S (busca continua da melhoria). 

E porquê 5S? O Programa 5S é simples e eficaz e do ponto de vista organizacional, deve ser implementado com o objetivo específico de melhorar as condições de trabalho e criar o “ Ambiente da Qualidade”. 

Após muita reflexão sobre como iniciar programas de Qualidade e produtividade, vários especialistas têm concluído que, antes de mais nada, é preciso uma ampla faxina no sentido físico e mental. Nesta etapa a palavra de ordem é “mão na massa” ou pode ser na vassoura mesmo!

Mas afinal de contas, o quê quer dizer 5S “ao pé da letra”?

Os 5S são:
Seiri (整理): Senso de utilização. Refere-se à prática de verificar todas as ferramentas, materiais, etc. na área de trabalho e manter somente os itens essenciais para o trabalho que está sendo realizado. Tudo o mais é guardado ou descartado. Este processo conduz a uma diminuição dos obstáculos à produtividade do trabalho.
Seiton (整頓): Senso de ordenação. Enfoca a necessidade de um espaço organizado. A organização, neste sentido, refere-se à disposição das ferramentas e equipamentos em uma ordem que permita o fluxo do trabalho. Ferramentas e equipamentos deverão ser deixados nos lugares onde serão posteriormente usados. O processo deve ser feito de forma a eliminar os movimentos desnecessários.
Seisō (清掃): Senso de limpeza. Designa a necessidade de manter o mais limpo possível o espaço de trabalho. A limpeza, nas empresas japonesas, é uma atividade diária. Ao fim de cada dia de trabalho, o ambiente é limpo e tudo é recolocado em seus lugares, tornando fácil saber o que vai aonde, e saber onde está aquilo o que é essencial. O foco deste procedimento é lembrar que a limpeza deve ser parte do trabalho diário, e não uma mera atividade ocasional quando os objetos estão muito desordenados.
Seiketsu (清潔): Senso de Normalização. Criar normas e sistemáticas em que todos devem cumprir. Tudo deve ser devidamente documentado. A gestão visual é fundamental para fácil entendimento de cada norma.
Shitsuke (躾): Senso de autodisciplina. Refere-se à manutenção e revisão dos padrões. Uma vez que os 4 Ss anteriores tenham sido estabelecidos, transformam-se numa nova maneira de trabalhar, não permitindo um regresso às antigas práticas. Entretanto, quando surge uma nova melhoria, ou uma nova ferramenta de trabalho, ou a decisão de implantação de novas práticas, pode ser aconselhável a revisão dos quatro princípios anteriores.

Resultados
Visão dos Funcionários 
  • Maior colaboração entre as pessoas. 
  • Banheiros e ambientes mais limpos e organizados. 
  • Local mais fácil de trabalhar e mais harmonioso e bonito. 
  • Melhoria da disciplina. 
  • Facilidade na localização de objetos e documentos. 
  • Menos chances de acidentes. 
  • Melhor rendimento do serviço. 
  • Mais espaço para tudo. 
  • Retirada de materiais velhos. 
  • Conscientização em relação ao meio ambiente e a cidadania.
Visão da Empresa 
  • Melhoria da produtividade.
  • Redução nos custos operacionais.
  • Redução no absenteísmo (ausências dos trabalhadores ).
  • Melhor aproveitamento de materiais e equipamentos.
  • Redução nos desperdícios (economia).
  • Melhoria do moral, uso eficiente do tempo.
  • Melhoria do ambiente de trabalho.
  • Conscientização em relação ao meio ambiente e a cidadania.

ADOTAR O 5S É UMA QUESTÃO DE ATITUDE!
prof@gibin.com.br | Mônica Oliveira

Editado por: Equipe Viagem Web | FreiGuth